19 Jan 2011, 18:00

Texto de Ana Isabel Pereira

Praça

Virgínia faz bolos com história

, ,

A Virgínia, de Virgínia Gonçalves, abriu em Dezembro, na Rua de Ceuta, no Porto. É uma loja de bolos por encomenda, personalizados, onde também é possível comer um bolinho, comprar bolachas ou compotas de fabrico próprio.

Estilista de formação, começou por fazer bolos por brincadeira há 6 ou 7 anos. De hobby, os bolos passaram a part-time, até que deixou a antiga profissão para se dedicar a 100% àquilo que sempre quis ter: o seu próprio negócio.

A loja que abriu em Dezembro, na Rua de Ceuta, 73, no Porto, tem o seu nome, Virgínia, e é um projecto antigo. É cake design o que Virgínia Gonçalves faz? “Fujo um bocadinho a esses rótulos. São modas”, diz-nos. E a verdade é que a loja Virgínia não aparece ao sabor de uma qualquer moda, nem da do cake design, nem da de abrir um negócio na baixa. A ideia de abrir um espaço próprio já tem 3 anos, as obras duraram 2! “Sempre gostei desta zona e na altura já ia vendo mais vida por aqui”, recorda.

Virgínia Gonçalves procura “inovar sem ignorar o que já se faz bem”. E Virgínia, a loja, retomando a apresentação, é, “por excelência, uma loja de bolos por encomenda”.

Há bolinhos pequenos, a 1 € e a 1,5 €, que em breve será possível acompanhar com café na loja, compotas – de abóbora e de laranja, por exemplo –, bolachas de confecção própria, de manteiga e de aveia (os saquinhos de cerca de 190 gramas custam entre 4,5 € e 5 €), e, claro, os bolos propriamente ditos.

Há bolos de aniversário, de casamento, para festas “de debutantes” e até bolos artísticos. Os bolos para sobremesa podem custar entre 18 € e 30 €. Os bolos de cerimónia (para as aquelas ocasiões especiais) podem custar entre 40 € e 80 €.

O preço não é estipulado ao quilo e qualquer encomenda é sujeita a um orçamento por Virgínia. A responsável explica porquê: “Como os bolos são elaborados, cada bolo tem uma história”.

Insistimos e lá percebemos que estes bolos “normais” costumam ter à volta de 1 kg. Os outros, os bolos para eventos de vários e vários comensais, podem custar entre 300 € e 600 “ou mais” €. “Em breve, teremos ainda bolo do dia à fatia”, revela Virgínia.

Os clientes que lhe encomendavam bolos quando não tinha porta aberta continuam a comprar as criações de Virgínia, mas “também já há novos clientes habituais”, conta a “estilista de bolos”.

Somos nós que lhe chamamos “estilista de bolos”, mas a conversa com Virgínia confirma o epíteto. “Preocupo-me com o lado estético, não quero que tenham ar plástico, mas que tenham aspecto de bolo, pareçam apetecíveis”.

O melhor é passar na loja ou telefonar

Para apanhar Virgínia Gonçalves, o melhor mesmo é passar na loja ou telefonar. A Virgínia até está no Facebook mas ainda não tem site. “Prefiro o contacto directo. É diferente, para além de não ter muito tempo para ir ao computador, porque sou praticamente só eu e passo o tempo na cozinha ou nas compras”, explica Virgínia.

Fica acima do Millennium BCP, onde outrora existiu uma mercearia, e não há que enganar: é a loja que cheira bem… a doce.