3 Dez 2011, 15:25

Texto de Ana Isabel Pereira

Coisas

Uma retrosaria moderna na Rua das Flores

, ,

Na Retrosaria das Flores, encontra tudo o que encontraria numa retrosaria tradicional, mas esta é uma loja mais “friendly” para quem não é um profissional das agulhas e das malhas.

Retrosaria das Flores

Fitas de tecido, tecidos, linhas, forros, elásticos, fitas de Inverno para aplicações, rendas e bordados, lãs, fechos, botões – 100 mil botões diferentes em armazém –, agulhas, dedais… Na Retrosaria das Flores, que abriu há 15 dias na Rua das Flores, 104, encontra tudo o que encontraria numa retrosaria tradicional. A diferença é que esta é uma loja mais friendly para quem não é um profissional das agulhas e das malhas.

“É um conceito diferente. O espaço foi muito pensado, desde a iluminação à aromatização da loja. Quando entramos numa retrosaria típica do Porto, vemos lá os produtos todos alinhados. Aqui, queremos guiar as pessoas”, explicou à Praça Paula Assucena, a comerciante (é assim que se vê) que pegou no espaço onde anteriormente existia a Oblivion Shop e o transformou numa retrosaria moderna.

O ramo de actividade corre-lhe no sangue. Paula tem 39 anos  e trabalhou nas áreas de formação e gestão de projectos de Pequenas e Médias Empresas antes de ir ajudar o pai na Casa dos Fechos, o negócio de família na Rua Chã que já fez 40 anos e onde a empreendedora esteve 6 anos.

“O meu pai é comerciante e a minha mãe era costureira quanto nós eramos pequeninas – somos 4 irmãs. Cresci com este tipo de material à minha volta”, conta.

Disposição por cores

Enquanto que, à retrosaria tradicional, vai a costureira que sabe exactamente aquilo que quer, este espaço foi pensado para receber um leque mais alargado de clientes. Os artigos estão organizados por cores e esta disposição original acaba por sugerir conjugações e compras complementares.

Também há “propostas de produtos acabados” – desde caixas de costura a saquinhos almofadados para guardar as tesouras, passando por pinheirinhos a pensar na quadra natalícia –, que vão dos 4 aos 34 euros, de uma linha feita por 2 artesãs do Porto em exclusivo para a Retrosaria das Flores.

Workshops

O projecto inicial era o de uma loja virtual mas depois evoluiu para a procura de um espaço físico. E a Rua das Flores, “uma rua em transformação”, atraiu desde logo Paula Assucena.

Andava a “namorar” outro prédio a meia dúzia de metros da actual localização quando soube que a Oblivion ia sair do número 104. “Foi o timing perfeito”, diz.

Para além da loja, a Retrosaria das Flores vai incluir workshops (de costura criativa, patchwork, tricô, bordados, etc) para crianças e adultos a partir de Janeiro. A vertente de formação vai decorrer no piso inferior da loja, que tem luz natural e acesso próprio pela Rua da Ponte Nova. “A ideia é fazer 2 workshops por mês, um ao fim-de-semana, sábado todo o dia, e um pós-laboral, à semana e depois das 19h”, adiantou Paula à Praça.

No futuro, a empreendedora quer estabelecer uma parceria com costureiras para aceitar arranjos na retrosaria e organizar eventos que dinamizem a loja e a rua. “Com os outros comerciantes. Só conseguiremos trazer mais vida à rua se o fizermos juntos”, afirma.

A Retrosaria das Flores abre de segunda a sábado, das 9h30 às 13h e das 14h às 19h.

 

  1. Dulce Azevedo says:

    Gostaria de receber informação sobre os workshops, de costura, de preferência ao sábado. Obrigada

  2. Ana Isabel Pais says:

    Boa tarde,

    Procuro “bloqueadores” para cordões (por exemplo para evitar que um saco fechado com cordão se abra ou para usar no fundo dos corta-vento, etc) que nalgumas retrosarias chamam habitualmente de “cerra-cabos”. Gostaria de saber se têm e como posso ver os modelos . É essa a designação que usam para esses acessórios?
    Muito obrigada pela ajuda.
    Cumprimentos.
    Ana Pais

    Muito

  3. Raquel Fernandes says:

    Boa Tarde, gostaria de saber se dentro dos workshops programados incluem algum que trabalhe bijutaria, essencialmente o que gostaria de aprender a fazer eram nós e diferentes nós a aplicar em fios de materiais diferentes especificamente para pulseiras e colares.
    Aguardo a V/ prontidão de resposta
    Att
    RaquelFernandes