4 Ago 2011, 23:14

Texto de Pedro Rios

Praça

Comida e rock’n’roll: a vida é fácil e bonita no Taina Fest

É um evento com moldes mais do que recomendáveis, já que junta 2 das melhores coisas do mundo: comida e rock. O primeiro Taina Fest é esta sexta, na Eden House, no Porto.

The Glockenwise

The Glockenwise: como se vê, eles são fãs da taina

É um evento com moldes mais do que recomendáveis ao juntar 2 das melhores coisas do mundo: comida e rock’n’roll. O primeiro Taina Fest é esta sexta-feira, na Eden House, novo membro do roteiro de hostels do Porto.

A partir das 18h, abrem-se as portas para este mini-festival que é também um jantar colectivo. Na ementa, encontram-se coisas como um ratatouille acompanhado de cuscuz ou um folhado de tomate e queijo feta acompanhado de salada (ambos por 3 euros), lado a lado com as proverbiais fêveras e bifanas no pão (1,5 euros). E, porque é Verão, há também mojitos, caipirinhas e sangria.

Enquanto se come, há concertos: dos lisboetas Sunflare, que vão mostrar de que é feito o seu rock livre e psicadélico, dos barcelenses The Glockenwise, a atirarem-se ao punk e ao rock’n’roll mais directo, e dos portuenses Plus Ultra (com Gon, entretanto também regressado aos Zen). O bilhete custa 4 euros.

O Taina (palavra que no Douro e no Minho é sinónima de “comezaina”) é uma invenção da Lovers & Lollypops, uma irrequieta promotora do Porto acabada de organizar o festival Milhões de Festa, em Barcelos.

“Organizamos bastantes concertos e vamos de viagem um pouco por todo país com as bandas da Lovers. A questão do jantar, da taina, acaba por se revelar bastante importante para nós. Nada melhor que um músico de papo cheio e satisfeito”, explica Joaquim Durães, o mentor da promotora.

A ideia de organizar concertos ao ar livre no Porto era antiga. “Quando vimos que a Eden House tinha um terraço e petiscos para oferecer, nem pensámos 2 vezes”, conta Joaquim, que promete uma segunda edição do Taina Fest para o início de Setembro.