Image de Rua das Flores com livros ao quilo

Foto: DR

1 Mar 2018, 20:10

Texto de Rita Garcia

Praça

Rua das Flores com livros ao quilo

, , , ,

Uma mudança de morada, com um mote diferente e inovações para os seus visitantes. O Mercado do Livro este ano está diferente. O Porto24 mostra-lhe o que mudou.

O Palácio de Cristal foi, durante muitas edições, o local onde todos podiam encontrar o Mercado do Livro. Este ano, o evento foi transferido para uma das ruas mais movimentadas e cosmopolitas da cidade: a Rua das Flores.

“Estamos certos que este é o local certo para substituir o Pavilhão Rosa Mota, que vai deixar saudades. A Rua das Flores tem uma nova vida, onde passam milhares de portugueses e turistas todos os dias. Há ideias a transformarem-se constantemente em negócios e muitas novas atrações”, referiu Francisco Curralo, da Calendário de Letras, a editora responsável pela organização do evento.

O local do Mercado não é a única mudança. Este ano, mote do evento é “um verdadeiro mercado vende produtos ao quilo”, que faz lembrar os mercados tradicionais espalhados pela cidade.

Até ao próximo dia 18, o Museu da Misericórdia do Porto (MMIPO) abre as suas portas ao público para a compra de livros ao quilo, desde 1 euro- 1 quilo, em áreas marcadas. Livros esses que poderão ser “pesados em verdadeiras balanças de merceeiro ou industriais, para os mais atrevidos”, descreve o organizador.

165 mil é o número de livros, de mais de 150 editoras nacionais e estrangeiras, das mais diversas áreas – romance, poesia, ensaio, banda desenhada, culinária, viagens, infantil – que poderão ser encontrados no espaço.

Autores açorianos são o destaque deste Mercado do Livro., tal como as superpromoções nos livros em inglês e de banda desenhada.

Para além de todas as inovações, esta edição do Mercado também contará com diversas atividades como workshops de mandarim e de iniciação de inglês, que ficarão a cargo do Creative Learning Centre.

Organizado pela editora Calendário de Letras, o Mercado do Livro pode ser visitado todos os dias, das 10h às 20h, de forma gratuita.