13 Abr 2011, 10:07

Texto de Ana Isabel Pereira

Praça

Produtos biológicos e sustentáveis aos sábados na Quinta do Paço

, ,

A Cantinho das Aromáticas e a Raízes voltam a organizar a Feira da Primavera na Quinta do Paço, em Gaia, tal foi o sucesso da primeira edição, em 2010. De 16 de Abril a 28 de Maio, aos sábados.

Feira da Primavera Agricultura Biológica

Esta é a segunda edição da Feira da Primavera. Foto: DR

A Cantinho das Aromáticas e a Raízes voltam a organizar a Feira da Primavera na Quinta do Paço, em Gaia, tal foi o sucesso da primeira edição do certame, em 2010.

Durante 7 sábados consecutivos (de 16 de Abril a 28 de Maio, entre as 10h e as 18h), diversos os expositores ligados à agricultura biológica, produtos ecológicos e artesanato mudam-se de armas e bagagens para a centenária quinta.

Entre os produtos à venda, há cogumelos, produtos hortícolas, roseiras antigas, mel “particular”, chás, brinquedos de madeira, telhados “verdes”, entre muitos outros artigos sustentáveis.

Há actividades paralelas, de conversas em torno da Agricultura Biológica a workshops variados.

A actividade “Um Dia na Quinta com” é gratuita: em cada um dos 7 sábados da Feira da Primavera, há uma conversa com um personagem com um percurso profissional relevante na agricultura nacional.

Há mais actividades, mas são a pagar: Aromaterapia (30 de Abril), À descoberta do mundo dos perfumes (14 de Maio), Produção doméstica de cogumelos (21 de Maio), e Apicultura (28 de Maio). A inscrição custa 50 € por pessoa e as actividades são sempre das 10h às 17h.

Entre descobrir o poder dos óleos essenciais e as suas aplicações e fazer o seu próprio perfume, passando por aprender a produzir algumas espécies de cogumelos em casa ou a fazer mel de forma caseira, não vai faltar o que fazer neste evento que conta com o apoio da autarquia gaiense, para além das compras claro.

No espaço da Feira, existe um bar, com esplanada, onde se servirão sopas, quiches, refeições vegetarianas, saladas, sumos naturais, bolos e chás – produzidos na Quinta do Paço. A maior parte das refeições é confeccionada com produtos fornecidos pelos próprios feirantes, o que quer dizer que ao almoço estará a provar aquilo que está à venda no certame.