Image de O que há de novo nos ginásios do Grande Porto

Fotos: Cláudia Silva

Imagem de O que há de novo nos ginásios do Grande Porto
Imagem de O que há de novo nos ginásios do Grande Porto

20 Jan 2014, 23:05

Texto de Rafael Ferreira

Corpo

O que há de novo nos ginásios do Grande Porto

,

A pensar naqueles que exageram no Natal e na passagem de ano, mas também em quem gosta de experimentar coisas novas até no ginásio, a Praça foi saber quais são as novidades que acabam de se estrear ou estão em vias de ser introduzidas nos ginásios do Grande Porto.

O grupo Holmes Place, com ginásios no ArrábidaShopping, na Boavista e na Constituição, introduziu 4 novas aulas, todas de grupo e todas para suar.

A “Activate” é uma dessas aulas, um treino de 30 minutos, “de baixa intensidade e baixa complexidade”, para iniciados ou para quem já treina no Holmes Place e foge de “um treino demasiado intenso ou cansativo”. “Esta modalidade também é adequada para quando existe algum tipo de lesão ou depois de um momento de inactividade prolongado”, explicou, por email, à Praça Matteo Cerruti, acrescentando que “esta aula serve de base para as seguintes”.

As restantes modalidades exigem um esforço maior. “A aula ‘Airfit’ é um treino cardiovascular de 45 minutos que utiliza um pequeno  trampolim para realizar movimentos atléticos mas funcionais. É uma aula divertida de intensidade intermédia e elevada. Quanto mais experiente for o praticante, mais poderá potenciar o seu treino”, refere o responsável pela marca Holmes Place.

A aula “X-Celerate” é um treino “muito atlético e faz lembrar a aeróbica de alto impacto”, explica Matteo Cerruti, que sublinha, por outro lado, tratar-se de “um treino de baixa complexidade” e “muito fácil de seguir”. “Em 45 minutos procuramos fazer movimentos de grandes amplitudes e saltos que permitem elevar o próprio batimento cardíaco, tornando-se um treino muito eficaz”, explica. Por fim, “para quem gosta de artes marciais”, há a aula “Warrior”, um  treino cardiovascular que “utiliza movimentos de artes marciais e desportos de combate para aumentar o ritmo cardíaco”. Ideal para quem procura aumentar a auto-confiança e a auto-estima.

Por 40,80 euros por mês, terá acesso a estas novidades, que me média “permitem um gasto de cerca de 400 calorias”, e ficará com “um livre-trânsito que garante acesso à piscina, a todas as aulas, ao programa de nutrição Eat Well e ao ginásio”. As aulas têm diferentes horários nos 3 clubes do Porto, pelo que o melhor mesmo é consultar esse calendário no site do Holmes Place.

O Solinca Dragão criou a aula “Grit Series”, “um treino intervalado de alta intensidade com 3 sessões distintas: Cario, Plio e Strenght”, explicou à Praça fonte oficial do ginásio.

Esta actividade pode “potenciar o aumento da força e massa muscular, a redução da massa gorda, o desenvolvimento de potência, velocidade e força de pernas, formar um corpo poderoso, ágil e estético, aumentar a resistência muscular e maximizar a queima de calorias – cerca de 300 –, sendo uma actividade do tipo cardiovascolar”, esclarece a mesma fonte.

Esta novidade do Solinca dura “30 minutos”, é uma aula para eles e para elas, desde que tenham entre 25 e 45 anos. “O preço das aulas é de 4,90 euros” e os interessados podem contar com exercícios com “equipamentos de barras, discos e steps” e respirar de alívio, porque “não é necessária uma grande preparação fisíca”. Esta aula “envolve níveis de intensidade elevado”, no entanto “esse esforço pode ser doseado conforme a preparação de cada pessoa”, esclarece um responsável do ginásio.

A mesma fonte acrescenta que “esta modalidade é oriunda da Nova Zelândia, criada pela empresa Les Mills”, uma distribuidora de marcas registadas de programas de exercícios. A nova modalidade está disponível no Solinca se segunda a sábado.

O ginásio low cost Fitness Hut, no Centro Comercial Trindade, tem 2 modalidades novas: a “Hiit” e a “Wow”. A primeira, explicou fonte oficial do clube, permite perder “6 quilos em 6 semanas”, melhorar a capacidade cardio-respiratória e o funcionamento do sistema imunitário, diminui o risco de doenças artério-coronárias, tonifica e queima “gorduras indesejáveis”. Pode ainda ajudar na recuperação de doentes cardíacos e faz aumentar a eficácia no consumo de oxigénio.

Dentro da aula “Hiit”, há o “Hiit Cardiovascular”, com recurso à passadeira, elíptica, remo e bicicleta, e o “Hiit Exercícios de Peso Corporal”, que consiste num “circuito e usa equipamentos de treino funcional – TRX, Viber, RIP, Kettlebell, Box, Cordas, entre outros”. “Inspirada nos ginásios norte-americanos”, esta modalidade tem aulas de hora a hora no Fitness Hut.

Tem uma duração “de 5 minutos e tem um método de treino que combina períodos de 30 segundos com esforços intensos e períodos de 30 segundos para recuperação pouco intensos”.

A novidade “Wow” traz benefícios semelhantes à “Hiit” e é uma especie de boot camp: “500 metros cardio-vascular, 50 flexões para homens e 25 para mulheres, 50 agachamentos com salto, 50 shoulder press com halteres e 50 crunches abdominais”. E, a cada semana, “estas tarefas vão variando semanalmente”, avisa a mesma fonte. Ambas as modalidades estão disponíveis de hora a hora e incluídas no pacote (mensalidade) base escolhido.

O ginásio Virgin Active, no centro comercial Porto Gran Plaza, promete a novidade “Myride”, uma aula que combina música e treino, “para finais de Fevereiro”. A nova aula consistirá “num instrumento virtual ligado a uma bicicleta” com “treinos diversificados, desde montanhas até longas rectas, sendo esse percurso simulado por um televisor gigante”, explicou à Praça fonte oficial do ginásio. O aparelho ficará disponível em permanência e não representa nem um euro a mais na mensalidade.

O ginásio WellDomus, no complexo do Real Clube Fluvial Portuense, acaba de introduzir nos seus programas a modalidade “Challenge”, “um desafio destinado a pessoas com um nível de condição física médio a elevado, habituadas à prática regular de actividade física”.

“Esta modalidade tem o objectivo de melhorar a resistência cardio-respiratória e muscular, a agilidade, a mobilidade, a coordenação motora e a potência muscular”, explica fonte oficial do ginásio. O “Challenge”, que consome uma quantidade elevada de calorias, foi criado pelo professor Arnaldo Cruz e acontece todas as quintas-feiras, às 18h30. Esta modalidade faz parte da mensalidade média do clube, que custa 49 euros.

A Praça contactou ainda o Gabinete de Apoio ao Desporto da Universidade do Porto (GADUP), a Academia da Praia e o Vivafit, para saber que novidades tinham neste início de ano, mas até ao fecho deste artigo nao obteve respostas.