11 Mar 2011, 20:24

Texto de Pedro Rios

Comes & Bebes

O café-concerto do Rivoli é agora o Café-Teatro Rivoli – e não foi só o nome que mudou

, ,

Nova encarnação do espaço aposta na pista de dança ao fim-de-semana. Pequenos concertos e espectáculos preenchem a programação semanal. Visitámos o espaço um dia antes da abertura.

Café-Teatro Rivoli

A Praça visitou o espaço no dia anterior à abertura. Foto: PR

Gonçalo Pontes acredita que o povo noctívago vai dizer “vamos tomar um café ao Rivoli” e não “vamos ali ao Café-Teatro Rivoli”. É o peso da “marca” de um teatro que “está um bocado esquecido”, diz um dos gerentes da nova encarnação do velho café-concerto do Rivoli, que esteve fechado ao público durante alguns meses.

O espaço (é apanhar o elevador e dirigir-se ao 5º piso) abre este sábado e apresenta novidades face aos tempos em que era o Café-Concerto e não o Café-Teatro Rivoli. Muitas. A Praça visitou o espaço no dia anterior à abertura e pôde ver uma nova decoração, com novos candeeiros e fotografias nas paredes, e três novos balcões.

De terça a quinta-feira, o Café-Teatro Rivoli aproxima-se da versão anterior. No palco com vista para a Praça D. João I, ainda lá está o piano, que será usado em concertos de jazz, bossa nova e outros estilos. Estão também previstos espectáculos de stand-up comedy e peças de teatro.

Às sextas e sábados, as cadeiras passam para o meio piso superior (que se transforma em espaço lounge) e a zona junto ao palco transforma-se numa pista de dança – e aqui está a principal mudança no espaço.

À boleia da movida

A aposta tem uma explicação simples. “Estamos na baixa e estar na baixa hoje proporciona isto”, diz Gonçalo Pontes. “Fazer só um restaurante” não fazia sentido, afirma. O restaurante abre em Abril e vai servir almoços e jantares.

Apesar da piscadela de olho à movida da baixa, o Café-Teatro tem alguns trunfos. Gonçalo elenca 2: “não há nenhum bar que funcione num 5º piso e dentro de um teatro” e faltava à baixa um espaço com música assumidamente “comercial” (pop, disco e house) e sem medo de, “uma vez ou outra”, ter noites de karaoke e de fado.

A cerveja custa 2,5 euros e as bebidas brancas ficam por 5. O Café-Teatro Rivoli vai funcionar de terça a sábado, das 22h às 4h.