25 Nov 2013, 11:39

Texto de Ana Isabel Pereira

Comes & Bebes

O Astória no Inverno é sinónimo de alheira de Vinhais e “foie gras”

,

O Astória, no InterContinental – Palácio das Cardosas, apresentou, há dias, a sua carta de Inverno, com pratos tradicionais revisitados pelo chefe Pedro Sequeira e produtos da terra e sazonais.

Entrada de foie gras no restaurante Astória

O escalope de foie gras com macaron de pistachio e alperce é uma das entradas da nova carta de Inverno. Fotos: DR

O Astória, no InterContinental – Palácio das Cardosas, na baixa do Porto, apresentou, há dias, a sua carta de Inverno, com pratos tradicionais revisitados pelo chefe Pedro Sequeira e confeccionados com produtos da terra e sazonais.

As propostas gastronómicas para a nova estação, com destaques como a alheira de Vinhais e o escalope de foie gras, marcam a nova fase do restaurante recentemente renovado. “O meu desejo não é mudar completamente, é pegar nos pratos que já temos e melhorá-los”, disse à Praça o chefe Pedro Sequeira.

No final de um jantar de apresentação da nova carta à imprensa, o chefe, que faz da cozinha tradicional portuguesa e de base mediterrânea uma experiência sofisticada e internacional, explicou que tentava “tirar o máximo partido de todos os ingredientes de cada prato”.

A refeição havia começado com a truta arco-íris marinada, com puré de aipo e beterraba e carpaccio de choco, a alheira de Vinhas com areia de boletos, ovo perfeito e cogumelos do bosque e  escalope de foie gras, macaron de pistachio e alperce, molho de vinho do Porto e fava tonka, 3 entradas que cumpriram a tarefa de agarrar os presentes ao menu de degustação pensado para representar o melhor da nova carta.

O prato de alheira “é uma evolução da alheira [que constava na carta] do ano passado”, explicou Pedro Sequeira. Para o chefe, natural de Coimbra e que há cerca de ano e meio assumiu a liderança da cozinha do Astória, o segredo deste prato é o “bom produto”, fornecido por um “produtor pequeno”, e “um ovo bem confeccionado”. Isso e, sublinhou, o “cuidado” que teve “com a quantidade de alheira”, que em nenhum momento se sobrepôs aos outros sabores desta entrada, ligando até muito bem com os boletos, “selvagens” e “produzidos em Trás-os-Montes”, e os cogumelos do bosque.

A entrada de fois gras rivaliza com as receitas dos melhores chefes do Sudoeste francês. Para o Astória, é “uma questão de marketing“, referiu Pedro Sequeira, admitindo também gostar da “beleza do prato”. Nesse caso, missão cumprida.

A desconstrução de uma caldeirada de peixe aromatizada com coentros e o naco de novilho maturado a 21 dias, com esparregado, batata rosti e molho de tomilho – a carne é “pendurada a temperatura e humidade controladas” e vai “perdendo líquido e amaciando”, explicou à Praça Pedro Sequeira – acabaram de convencer os comensais.

Chefe Pedro Sequeira e João Monteiro, do Restaurante Astória

Pedro Sequeira e João Monteiro fazem equipa no Astória.

Chegado o momento da sobremesa – pêra em vinho tinto com parfait de maçã Reineta e crocante de caramelo –, o grupo já se tinha rendido à nova cozinha do Astória. À cozinha e ao serviço, que conta com a afabilidade do chefe de sala João Monteiro e os conhecimentos e acessibilidade do sommelier Eliseu Silva.

Para além das sugestões à la carte, a carta de Inverno do Astória propõe menus de degustação, que vão desde o menu “Sabores de Inverno”, que inclui 3 pratos, pelo valor de 30 euros, até ao “Menu de degustação do chefe”, que inclui uma experiência mais completa por 65 euros, com opção de suplemento de vinhos por mais 30 euros.

“No menu de degustação, temos sempre um suplemento de vinhos. E, no dia-a-dia, o nosso sommelier dá sugestões aos clientes conforme os vinhos que vamos tendo”, explica Pedro Sequeira, que destaca a importância de haver “consistência, no empratamento, no serviço e no tempero”.

Uma palavra final para o ambiente sofisticado e elegante do Astória, cujas janelas generosas deixam acompanhar o bulício da Praça da Liberdade, Aliados e Estação de São Bento.

Ao almoço, o restaurante tem disponíveis os menus “Express” (12 euros, só com prato principal), “Executivo” (17 euros, com entrada ou sobremesa + prato principal) e “Aliados” (20 euros, com entrada, prato principal e sobremesa). Todos os menus incluem couvert, uma bebida e café.

O Astória fica na Praça da Liberdade, 25, e abre diariamente das 12h30 às 15h e das 19h30 às 22h30.