Image de Nortada: a cerveja que quer ser uma homenagem ao Porto

Foto: DR

7 Abr 2017, 14:48

Texto de Redação, com Lusa

Cidade

Nortada: a cerveja que quer ser uma homenagem ao Porto

, ,

Foi lançada esta sexta-feira no Porto a Nortada, uma nova marca de cerveja que pretende ser uma homenagem à Invicta.

Lançada pela Fábrica de Cervejas Portuense, que está instalada em plena Rua Sá da Bandeira e que anuncia uma capacidade produtora de dois milhões de litros/ano, a Nortada vai estar à venda entre Valença e Coimbra.

Tiago Talone, presidente da comissão executiva da Portuense, disse à Lusa que “num prazo de cinco anos se irá conseguir obter o retorno de três milhões de investimento inicial”.

A inspiração “para o projeto pioneiro em Portugal surgiu de vários mercados, como por exemplo o alemão, onde há a tradição de fábricas no centro das cidades”, explicou.

Considerada uma “família de cinco estilos de cerveja feita com base em receitas tradicionais e 100% malte, sem adjuntos”, Tiago Talone destacou que “quatro anos depois de a ideia ser analisada, com o apoio de empresários do Norte, foi possível lançar a nova marca”.

“Há cerca de um ano fez-se o aumento de capital em 1,2 milhões euros que resultou depois no investimento de três milhões num projeto que dando trabalho no imediato a 20 pessoas, vai chegar a cerca de 60”, avançou o responsável.

Pedro Mota, outro dos investidores, esclareceu que a capacidade instalada de produção “é de dois milhões de litros por ano, estimando que até ao final de 2017 se atinja o meio milhão de litros”.

A Nortada surge com cinco sabores diferenciados mas com um denominador comum: homenagear o Porto, disse Pedro Mota, esclarecendo que, para além da Porto Lager, estão disponíveis no mercado a Vienna, a que se acrescenta o nome da freguesia do Bonfim, a Brown Porter, associada a Miragaia, India Pale Ale, a Massarelos, e a Imperial Stout, a Campanhã.

A cerveja está “disponível para venda em mais de 100 pontos da zona Norte, entre Valença e Coimbra, mas com o Grande Porto como foco principal”, explicou Tiago Talone.

O grau de alcoolemia varia entre os 4,8 e os 8,5.