Image de Não vai faltar água no MEO Marés Vivas

Foto: Miguel Oliveira

10 Jul 2017, 16:17

Texto de Redação

Cultura

Não vai faltar água no MEO Marés Vivas

O festival MEO Marés Vivas, que arranca esta sexta-feira no Cabedelo, em Gaia, vai contar este ano com diversos aguadeiros espalhados pelo recinto.

A ideia, segundo fonte da organização do MEO Marés Vivas, é “permitir recuperar a tradição dos aguadeiros que distribuíam água, em festas e romarias um pouco por todo o país”.

Os copos a distribuir pelos festivaleiros serão recicláveis e, desta forma, reutilizáveis. Quem os usar pode ainda possuir uma fita com suporte para os poder transportar de forma fácil e acessível.

Esta é mais uma das medidas levadas a cabo pelo MEO Marés Vivas no âmbito do ‘Sê-lo Verde’, programa do Ministério do Ambiente que tem como objetivo “reduzir impactos ambientais através do cofinanciamento de medidas verdes a adotar”.

Durante o festival, que se prolonga até este domingo, serão ainda realizadas diversas ações de sensibilização, através da divulgação de mensagens vídeo alusivas ao tema do consumo de água da torneira, bem como outras atividades de carácter lúdico.

O MEO Marés Vivas, que já se encontra esgotado, contará este ano com nomes como Sting, Scorpions, Tom Chaplin, Seu Jorge ou Bastille.

Isto além de artistas portugueses de renome como Miguel Araújo, AGIR ou Diogo Piçarra.
Paralelamente à música haverá lugar a outros destaques, como, à semelhança de anos anteriores, do palco RTP Comédia, que terá como cabeças de cartaz Ana Bola, Eduardo Madeira e Francisco Menezes.