25 Jul 2012, 11:07

Texto de Redação

Praça

Montras de lojas transformam-se em galeria aberta

Até sábado, está a decorrer o ”Troca-se por arte”, um projecto artístico de intervenção pública que divulga jovens promessas das artes plásticas nas montras do comércio tradicional.

Até sábado, está a decorrer no Porto a 3.ª edição do “Troca-se por arte”, um projecto artístico de intervenção pública que pretende divulgar o trabalho de jovens promessas das artes plásticas nas montras do comércio tradicional.

Esta acção sem fins lucrativos “é um projecto de divulgação da cidade e dos nossos artistas, em colaboração com os proprietários das lojas de comércio tradicional da cidade invicta”, pode ler-se na página do evento no Facebook.

“O objetivo é mostrar alguns artistas que consideramos promissores e talentosos e durante 3 dias deslocá-los do circuito regular da arte”, explica a organização.

Até sábado, “as montras das lojas transformam-se em galeria aberta”, numa tentativa de dinamizar o comércio local e chamar o público à arte e à arquitectura.

O café Ceuta (Rua de Ceuta, 20) mostra a arte de (Biru) Alexandre Francisco Diaphra. Ana Torrie na Costa Moreira (Rua Avis, 30). André Alves expõe na Cutelarias Finas (Rua Sá da Bandeira, 106). Em Santa Catarina, expõem Baptiste Lacombe, na Óptica do Porto (número 25), e Eduardo Leitão, na White Box House (número 577).

As obras de No Alternative Colective podem ser vistas na Garagem Passos Manuel e as de Liliana Mendes na Traço de Luz (Rua da Trindade, 19). Nicolai Sarbib expõe na Missopo (Rua de Trás, 49) e Jordane Dubock na Garagem Comércio do Porto (Rua do Almada, 195).

Paulo Moreira tem obras expostas no quiosque da Praça da Liberdade e na vizinha confeitaria Ateneia.

Este projecto, que tem um blogue próprio e terá uma edição por ano, termina com uma festa no Passos Manuel, sábado, a partir da meia-noite. O evento incluirá uma performance de António Júlio, live act de ANA, DJ Sets de CVLT e Tutti Fruti.