Image de Moda e arte contemporânea num projecto de assinatura italiana

Fotos: Cláudia Silva

Imagem de Moda e arte contemporânea num projecto de assinatura italiana
Imagem de Moda e arte contemporânea num projecto de assinatura italiana

11 Jan 2014, 13:37

Texto de Rafael Ferreira

Coisas

Moda e arte contemporânea num projecto de assinatura italiana

, , ,

Abriu no Porto, na Rua do Rosário, número 154, um negócio que reúne 3 conceitos em 1 espaço. A Alma Voadora “abriu [ao público] no dia 30 de Novembro” e é uma loja dedicada à venda de vestuário e bijuteria, com peças novas e em segunda mão, um espaço de divulgação de jovens criadores e uma sala de exposições. Ah e tem um jardim que, em breve, receberá eventos sociais.

Loja de vestuário e bijuteria vintage, com peças novas e em segunda mão; espaço de divulgação de jovens criadores e sala de exposições. Nas traseiras, o Jardim Sensorial recebe eventos sociais.

Morada

Rua do Rosario, 154, 4050 Porto

Horário

De segunda a quinta, das 11h às 20h, à sexta, das 11h às 23h, e ao sábado das 14h às 20h.

Gerência
Laura Vergine

Contactos

937 204 440

Alma Voadora foi o nome que a italiana Laura Vergine, a responsável por este novo negócio, encontrou para evocar as trocas que proporciona. Os objectos em segunda mão que a loja tem “voam de casa em casa” e, explica Laura, quem “não utiliza mais uma peça e deseja trazê-la à Alma Voadora” pode fazê-lo com o conforto de quem sabe que “depois uma outra pessoa pode comprá-la”.

Formada em Arquitectura, Laura deixou Itália para vir viver em Portugal, país de origem do marido. Outra razão, explica, para o nome do projecto.

“Para já, [a Alma Voadora] está dividida em 3 partes: o espaço loja, com um conceito vintage e criativo, que tem roupa vintage, objectos à consignação em segunda mão para venda e um espaço de criadores. Para já, temos só a Ana a trabalhar, que pinta e produz os objectos dela”, explicou à Praça, sobre a criadora da marca Laroca (ilustração e artesanato).

Na loja, é possível encontrar artigos vintage ou em segunda mão. “Tenho à venda roupa, desde 2 euros até casacos de pêlo verdadeiro de 150 euros”, explica Laura, que tem, actualmente, vestuário direccionado só para mulher, mas “espera ter à venda roupa para homem e criança” em breve.

No mesmo espaço “também há objectos de bijuteria, como  bibelôs, colecções e brincos, com preços a variar entre um e 400 euros, preço máximo que diz respeito a um candeiro”, ou quadros herdados de uma artista plástica, tia do marido de Laura. Foram, de resto, estas peças que serviram de mote para Vergine abrir o estabelecimento.

A ideia de ter um espaço para jovens criadores “passa por alugar o espaço” e proporcionar-lhes “um ponto fixo para trabalharem, produzirem e fazerem publicidade da sua marca”.

O piso inferior a loja está preparado para workshops e exposições de arte, festas de crianças e eventos. “No dia 18 de Janeiro, vamos inaugurar o espaço expositivo. Será um espaço multifuncional”.

O terceiro cantinho da Alma Voadora fica nas traseiras da loja e será um quintal e um “palco” para actividades sociais. O Jardim Sensorial, que Laura encontrou “num estado selvagem”, dará uma nova imagem ao local. “Na Primavera, vai começar a ser utilizado para mercados, por exemplo, num sábado do mês realizar-se-á um mercado vintage, onde eu vou convidar outras lojas a ocupar o espaço no jardim, cada uma com uma banquinha”, explica a empresária.

Para além desta vertente, o jardim terá outra parte ligada ao sensorial, que consiste na plantação de árvores.

Antes de abrir a Alma Voadora, Laura Vergine já tinha tido “uma outra loja similar na mesma zona com uma sócia, mas, como o espaço não chegava para as 2”, decidiu abrir a Alma Voadora.

A viver em Portugal há 4 anos, desde que chegou para fazer Erasmus, Laura continua por cá. Criou família e novas raízes no Porto, mas admite não ter saudades de “casa”. Vai a Itália “uma vez de 2 em 2 meses, para mostrar o neto”, conta.

A Alma Voadora está aberta de segunda a quinta-feira, das 11h às 20h; às sextas abre à mesma hora mas fecha às 23h e aos sábados abre às 14h e fecha às 20h.