3 Jul 2011, 15:37

Texto de Redação, com Lusa

Praça

Mindshake: Vamos pôr o cérebro a mexer?

Duas palestras e 18 workshops compõem o programa do Mindshake, que começa segunda-feira no Porto, com um objectivo: “ginasticar a mente”.

Duas palestras e 18 workshops compõem o programa do Mindshake – Semana do Pensamento Criativo, que começa segunda-feira no Porto, com um objectivo: “ginasticar a mente” de forma mais prática do que eventos de partilha de ideias do tipo TEDx.

“Temos sessão de abertura e de fecho, mas a ideia é ser uma semana mais prática, com workshops para ginasticar, digamos assim, a mente e conhecer formas de utilizar esses métodos”, exploca Paula Silva, da organização do evento.

A primeira edição do Mindshake é organizada pela Na’Mente, empresa de consultoria e formação em pensamento criativo, e vai decorrer até sexta-feira no Palácio das Artes.

“A criatividade – que tantos autores consideram como a nova força motriz da sociedade da informação e do conhecimento – pode ser comparada a um músculo: todos nascemos com ela, mas nem todos a estimulamos para que se torne forte e saudável”, salienta a organização, na apresentação do evento.

A Semana do Pensamento Criativo vai abrir com uma palestra de Juan Rodrigo, especialista espanhol de criatividade, e um “triálogo” entre Angélica Sátiro, directora da Casa Creativa, em Barcelona, Pedro Vieira, da Lifetraining, e Katja Tschimmel, directora artística do Mindshake.

Paralelamente, vão acontecer durante a semana “experiências de degustação, musicais e visuais lideradas pela equipa multidisciplinar de mindshakers (formadores) provenientes de diferentes sectores das indústrias criativas”.

Cerca de 50 pessoas já confirmaram a sua presença no evento, adquirindo “pacotes” de 3 a 6 workshops à escolha, que estão a ser vendidos até domingo por valores entre os 270 e os 630 euros.