Image de Mercadinho dos Açores é a embaixada do arquipélago no Porto

Foto: Miguel Oliveira

Imagem de Mercadinho dos Açores é a embaixada do arquipélago no Porto
Imagem de Mercadinho dos Açores é a embaixada do arquipélago no Porto

15 Ago 2015, 16:59

Texto de Pedro Emanuel Santos

Praça

Mercadinho dos Açores é a embaixada do arquipélago no Porto

Os Açores têm mais uma ilha. No Porto, em plena rua da Alegria, abriu em abril passado o Mercadinho dos Açores, loja que traz à Invicta produtores, sabores, cheiros do arquipélago açoriano.

Até as memórias lá estão: nas paredes com excertos de poemas de autores locais, no artesanato que preenche o espaço e convida a um regresso ao Atlântico sem sair de escassos metros quadrados.

A ideia do Mercadinho partiu de Carlos Gomes, 56 anos, um tripeiro com raízes bem vincadas nos Açores. “Fui para São Miguel com meses e regressei com cerca de 20 anos. Vou lá todos os anos, continuo um apaixonado”, conta ao P24. E o ligeiro sotaque não desmente essa paixão.

Depois de ter ficado desempregado, Carlos deu asas ao sonho antigo de abrir uma representação dos Açores em pleno Porto, a única loja do género por estas bandas. “Somos uma autêntica embaixada dos Açores na cidade”, diz, com orgulho.

Mas, afinal, o que pode ser adquirido no Mercadinho dos Açores? “Tudo. Todas as ilhas estão aqui representadas, não quis deixar nenhuma de fora”, assinala o responsável.

Resumidamente, porque não haveria linhas suficientes para espalhar tanta variedade, há à venda vinho tranquilo da região – branco e tinto –, refrigerantes açorianos, licores típicos – como os de maracujá ou tangerina –, os clássicos chás, aguardentes, chouriços, morcelas, atum em conserva, mel, compotas, pastelaria caraterística das nove ilhas – “não faltam os bolos lêvedos ou as queijadas” –, até pimenta e outras especiarias, também os ananases. Tudo isto para além, claro, dos inevitáveis queijos, desde os de São Jorge aos mais raros do Corvo, passando pelos que são elaborados no Pico ou na Graciosa.

“Todos os produtos vêm todos diretamente dos Açores. São encomendados por mim e chegam ao Porto de barco”, explica Carlos Gomes.

O mais requintado que vai encontrar neste Mercadinho são, no entanto, as fresquíssimas lapas e cracas que todas as quartas-feiras aterram na rua da Alegria vindas diretamente dos mares dos Açores – ambas as iguarias chegam por via aérea – e que podem ser adquiridas por encomenda. “Vêm vivíssimas”, assegura Carlos Gomes. Cada quilo de lapa é vendido a 17,98 euros, as cracas a 90 cêntimos cada unidade.

O Mercadinho dos Açores até já serviu para reencontros curiosos. Como o de duas senhoras que fizeram juntas a escola primária no arquipélago e depois perderam o rasto uma da outra… até se encontrarem, por mero acaso, na loja de Carlos Gomes. “Até eu revi aqui um vizinho que morava poucas portas abaixo de mim quando éramos crianças em São Miguel”, relata o dono.

A loja também serve de ponto de encontro para açorianos residentes no Porto, “e não só”, que “entram no Mercadinho e se sentem em casa”.

Rua da Alegria, 250, Porto

Tel.: 223 285 995/918 461 911

Abre de segunda-feira a sábado entre as 10h e as 19h30.

mercadinhodosacores.pt

geral@mercadinhodosacores.pt