24 Fev 2012, 20:47

Texto de Redação, com Lusa

Praça

Flea Market no Silo-Auto. Tralha para todos os gostos nas malas dos carros

O Silo-Auto vai transformar-se este sábado num mercado de segunda mão. Os vendedores vão fazer das malas de 220 automóveis as suas bancas.

Car boot sale

O conceito "car boot sale" é popular em alguns países. Foto: Martin Thomas

Construído nos anos 1960 e recentemente posto à venda pela Câmara do Porto, o Silo-Auto vai transformar-se este sábado num mercado de venda e troca de artigos, acolhendo 220 automóveis com malas cheias de “tralha fina”.

A ideia é do Flea Market Porto, uma feira de compra, troca e venda de artigos em segunda mão, plantas, produtos hortícolas e alimentares previamente confeccionados, que mensalmente realiza desde há quase 3 anos este tipo de evento em diversos espaços da cidade.

“Decidimos dar este mês um formato especial ao mercado, optando por escolher um conceito que é comum em Inglaterra [o car boot sale], que passa por vender a partir dos carros, que chegam ao espaço com as malas cheias”, conta Ana Neto, da produtora SPOT, que organiza Flea Market.

Vinil, roupas “em bom estado” e artigos vintage, de coleccionadores, são alguns dos produtos que estarão à venda na feira, que decorrerá entre as 15h e as 19h.

“O ambiente que se cria nestas feiras é divertido: temos sempre música e um bar, e depois vemos vendedores a comprar a vendedores, mães e filhas a vender roupa, mas também profissionais da Vandoma”, diz.

O Flea Market Porto já passou por espaços como o Hard Club, o Centro Comercial Stop e o o coreto da Cordoaria.

O conceito, que nasceu em Barcelona, tem vingado na cidade e já foi replicado na Galiza e em Aveiro, estando previsto que chegue em breve a Viana do Castelo.