Image de Fim de semana de visitas a 42 espaços de interesse arquitetónico no Porto

A Casa de Chá da Boa Nova, o Espaço Corpus Christi e o Bairro da Bouça fazem parte do roteiro. Fotos: Ana Luísa Gomes, Miguel Oliveira e DR

Imagem de Fim de semana de visitas a 42 espaços de interesse arquitetónico no Porto
Imagem de Fim de semana de visitas a 42 espaços de interesse arquitetónico no Porto

3 Jul 2015, 10:29

Texto de Redação, com Lusa

Praça

Fim de semana de visitas a 42 espaços de interesse arquitetónico no Porto

,

Porto, Gaia e Matosinhos recebem este fim de semana o Open House Porto, em que o público é convidado a descobrir 42 “edifícios e infraestruturas” que merecem a sua atenção.

As cidades do Porto, Gaia e Matosinhos recebem no próximo fim de semana a primeira edição do Open House Porto que disponibiliza a visita a 42 espaço que ilustram “a riqueza e a diversidade” arquitetónica da Frente Atlântica do Porto.

Criando o seu próprio itinerário, o público é convidado a descobrir, de forma totalmente gratuita, um roteiro que vai desde casas privadas a teatros, passando por mosteiros e espaços industriais, entre outros.

O comissário desta primeira edição, arquiteto Pedro Bandeira, refere que este é um evento que pretende “dar a conhecer a um público alargado uma diversidade grande de edifícios e infraestruturas que, pelo seu valor arquitetónico, pela sua função específica ou localização privilegiada, merecem toda a atenção. Partindo do valor associado à arquitetura contemporânea que se produz no Porto – e que já valeu 2 prémios Pritzker: Álvaro Siza Vieira e Eduardo Souto de Moura – o Open House Porto favorece também um enquadramento de edifícios históricos da cidade.”

“O que distingue este evento e o que torna a experiência especial é a possibilidade de visitar os espaços de diferentes formas: visita livre, acompanhada por assistentes ou através das visitas comentadas pelos autores e especialistas de diferentes áreas”, considera Pedro bandeira.

Depois de Londres, Nova Iorque, Praga ou Lisboa, “é agora a vez de o Porto juntar-se à Open House Family e abrir as portas de espaços extraordinários desde os clássicos à arquitetura contemporânea”, sublinha o arquiteto.

O Open House Porto é uma coprodução da Casa da Arquitectura e da Trienal de Arquitectura de Lisboa e é o primeiro evento cultural que reúne a associação da Frente Atlântica, numa parceria estratégica com as câmaras municipais do Porto, Gaia e Matosinhos.

“Esta cooperação entre 5 entidades permite reunir as condições ideais para fazer nascer um evento que se pretende repetir a cada ano”, considera a organização do evento.

Em Matosinhos, o roteiro Open House inclui a Casa de Chá da Boa Nova, Farol da Boa Nova, Refinaria de Matosinhos, Piscina das Marés, Terminal de Cruzeiros do Porto de Leixões, Posto de Turismo de Matosinhos, Casa da Arquitectura e associação Estratégia Urbana.

No Porto estarão abertos a visitas o Edifício Praça de Liége, Torre do Burgo, Edifício dos Maristas, Casa da Música, Casa do Conto, Apartamento na Bouça, Atelier da Bouça, Atelier Brandão Costa Arquitectos, Centro Comunitário São Cirilo, Centro de Sangue e Transplantação, Antigo Matadouro Industrial, Casa Braancamp, Torre Jornal de Notícias, Casa Breyner 310, Edifício Paços do Concelho, Edifício na Rua Miguel Bombarda, Estação Metro Campo 24 de Agosto, Teatro Municipal Rivoli, Três Casas na Rua dos Caldeireiros, Casa na Cidade 3, Teatro Nacional S. João, Claustro do Mosteiro de S. Bento da Victória, Funicular dos Guindais, Casa na Rua da Vitória, Torre dos 24 e Ateliers da Lada.

Em Gaia, o roteiro inclui o Teleférico de Gaia, Mosteiro da Serra do Pilar, Espaço Corpus Christi, Espaço Porto Cruz, Capela de S. José, Laboratório Eng. Edgar Cardoso, Centro Interpretativo do Património da Afurada e o Palacete Marques Gomes.

A maioria dos espaços não exige reserva pelo que as visitas são organizadas por ordem de chegada. Contudo, pelas suas características, alguns locais exigem pré-marcação.

O Open House é um evento internacional de promoção da arquitetura e património edificado, criado em 1992 em Londres, por Victoria Thornton. Com mais de 20 anos de história, estende-se a 30 cidades do mundo tendo como objetivo dar a conhecer e estimular o interesse de todos pela arquitetura de excelência, através de visitas gratuitas a edifícios das mais variadas épocas e tipologias, selecionados pela sua relevância arquitetónica e histórica.

Os detalhes sobre todos os edifícios, horários das visitas e eventos estão disponíveis no site oficial do evento.