23 Mar 2012, 11:13

Texto de Redação

Praça

Sair à noite no Porto com Fernando Alvim

Para além de comunicador, Fernando Alvim é um especialista em folia. Sair à noite sem copos? “Completamente impossível”.

Fernando Alvim

Foto: Filipa Rodrigues

Faz de tudo um pouco no que à comunicação diz respeito. É Fernando Alvim, que, mesmo trabalhando em Lisboa, mantém uma estreita ligação ao Grande Porto (basta ler a entrevista que deu ao P24), onde nasceu. Para além de comunicador, é um especialista em folia, como se perceberá de seguida.

Onde comer

No Shis, na Casa de Pasto, no Cepa Torta.

Onde comer com amigos

No Cufra do Edifício Transparente.

Primeiros, segundos e últimos copos

Primeiro: Piolho, para abraçar a população estudantil; depois, Plano B; e, já de gatas, no Tendinha [dos Clérigos], a ver o meu amigo El Fuser a passar música.

Sair à noite sem copos

Completamente impossível, não sei o que é isso.

Comer às tantas da madrugada

Pajú, em primeiro. Big Ben, se quiser algo mais hardcore primeiro escalão e ver uma porrada de criar bicho, daquelas de final de noite.

Truques para estacionar ou como sair sem carro

Como ando sempre de mota, não tenho muito esse problema, mas quando o faço deixo um papel a dizer: “doutor Alvim, urgência, em trabalho”. Isto funciona sempre.

A melhor sala de concertos da cidade

Sá da Bandeira, sem pestanejar.

Passar a noite nos beijinhos

Na relva da Fundação de Serralves ou lá em casa, no meu terceiro andar.