Image de Este é o ano para ir à cidade francesa de Lille

Fotos: DR

Imagem de Este é o ano para ir à cidade francesa de Lille
Imagem de Este é o ano para ir à cidade francesa de Lille

5 Fev 2014, 11:28

Texto de Rafael Ferreira

Praça

Este é o ano para ir à cidade francesa de Lille

, ,

A ligação a partir do Porto não é nova, mas este ano há razões acrescidas para visitar a cidade de Lille, no Norte de França. Assinalam-se os 100 anos do início da I Guerra Mundial.

Nord-Pas de Calais, que se localiza no Norte de França e faz fronteira com a Bélgica, tem em Lille a “sua maior atracção”. A cidade foi “Capital Europeia da Cultura em 2004”, recorda Agathe Bourdrez, representante do turismo da região, e em 2014 assinala os 100 anos do início da I Guerra Mundial.

A Atout France (agência desenvolvimento turístico de França), em parceria com o turismo das regiões Nord-Pas de Calais e Centre Val de Loire e a Air France, estiveram no Porto a promover Lille e um segundo destino, Tours – um momento que incluiu um workshop de crepes.

Lille “é uma cidade moderna e bastante jovem. Há 4 anos que tem voos directos e uma ligação estabilizada com a cidade do Porto”, disse Agathe Bourdrez, no encontro desta segunda-feira no Hotel Infante de Sagres. A Ryanair voa “3 vezes por semana” para o destino no Norte do país, a viagem “demora 2 horas” e “do aeroporto ao centro de Lille demora-se 15 minutos, de carro”, sublinhou a responsável do Turismo de Nord-Pas Calais. explica.

Em Lille, a capital desta reagião e com uma população de 1,2 milhões de habitantes, “existem 3 campos universitários”, e há, como de resto na região, uma forte vertente cultural, ou não existissem 48 museus distinguidos com a chancela “museus de França”. Merecem destaque o Matisse, o LAM, o La Piscine e o Louvre-Lens. Este último recebeu cerca de um milhão de visitantes no último ano e recebe, pontualmente, colecções do Museu do Louvre, de Paris. Está aberto “6 dias por semana, com entrada gratuita”.

“Lille é ligeiramente maior do que o Porto” em espaço geográfico, diz Agathe Bourdrez, que destaca na região de Nord-Pas de Calais as praias. “[Partindo de Lille] de carro demora-se um hora a chegar à beira-mar. Esta é uma região que tem uma costa de 120 quilómetros de praia. Devido ao vento que costuma marcar presença, estas zonas tornam-se propícias para a prática de actividades desportivas como kitesurf. E em algumas praias que têm um enorme areal é possível andar de vela adaptada com rodas para passear no areal”, conta Agathe Bourdrez.

A cerveja é a bebida-rainha da região e o nome de uma das marcas mais conhecida, Ch’ti, passou a ser a alcunha dos habitantes de Lille.

Animação cultural e turística

A animação cultural e turística na região já se faz sentir com o Carnaval de Dunkerque, cujos festejos se iniciaram a 1 de Fevereiro e decorrem até 31 de Março.

No dia 13 de Abril, invariavelmente, a zona de Roubaix recebe mais uma vez o final da famosa clássica de ciclismo Paris-Roubaix. No dia seguinte começa o Festival de Kite, que dura 1 semana. No primeiro fim-de-semana de Setembro, há a Feira de Liquidação de Lille.

No dia 11 de Novembro, o presidente de França, François Hollande, e homólogos seus de todo o mundo marcarão presença em Ablain-Saint-Nazaire, para inaugurar o Anel da Paz, obra que pretende homenagear todos os soldados que perderam a vida naquele local durante a I Guerra Mundial.

Em Richebourg, há um cemitério português que preserva a memória dos 1.831 soldados portugueses que morreram durante aquele conflito. O trabalho foi elaborado depois de as autoridades da região ter recebido vários telefonemas de portugueses que queriam saber de familiares (avós e avôs) que teriam perdido ali a vida.

Os castelos de Tours

A principal cidade de Centre Val de Loire é Tours, que tem uma população a rondar os 150 mil habitantes. Toda a a região tem uma forte marca medieval, contando com vários castelos, onde se realizam exposições, concertos, visitas guiadas e outro tipo de eventos.

Para além de tais imponentes monumentos, “a região tem uma forte tradição com o vinho”, explicou, no Porto, Isabelle Scipion, responsável do Turismo da região. Nos dias 31 de Maio e 1 de Junho, acontece a “Vitiloire”, a festa de vinhos da região.

Esta zona do centro de França tem um itinerário com cerca de 800 quilómetros para quem gosta de andar de bicicleta e “pedalar em segurança”.

A região está classificada pela UNESCO como Património Mundial da Humanidade e Tours é a morada do principal curso de Medicina de Centro Val de Loire. Trata-se de uma cidade “bastante jovem” e “com uma vida muito animada”, explica Isabelle Scipion.

Sendo os castelos a marca mais forte de Tours, é neles que acontecem alguns dos mais emblemáticos eventos da região. Entre 25 de Abril e 19 de Outubro, realiza-se o Festival internacional dos Jardins no Domínio Regional de Chaumont Sur Loire. De 1 de Maio a 30 de Setembro, acontece o espectáculo equestre de Chambord. De 16 de Maio a 1 de Junho, realiza-se o festival de música de Sully-sur-Loire e de Loiret, nos monumentos históricos de Loiret. Finalmente, de 1 de Julho a a 31 de Agosto, espera os visitantes o espectáculo nocturno “Les Nuits d’Azay”, no castelo de Azay-le-Rideau.

A Ryanair voa regularmente do Porto para Tours, com “3 voos por semana entre as 2 cidades, com uma duração ligeiramente superior a uma hora”, sublinha a responsável do Turismo de Centre Val de Loire.