26 Mai 2011, 12:09

Texto de Pedro Rios

Praça

A febre do sábado à tarde é no Espaço Compasso

, ,

Fica na Rua da Torrinha e é um bocadinho de tudo: uma loja de artesanato e roupa, uma sala de ensaios, um bar-restaurante, um jardim e um espaço com uma preenchida agenda de workshops e festas.

Espaço Compasso

Quando descobriram o espaço, o que agora começa a parecer-se com um jardim “era uma selva”. “Só havia mato. Desbastámos isto tudo”, conta Virginie Freire. Nos espaços interiores, entre pinturas e reciclagens de móveis antigos, também houve muito trabalho – 3 meses – até o Espaço Compasso finalmente abrir portas, este mês.

É um bocadinho de tudo: uma loja de artesanato e roupa, uma sala de ensaios (quase pronta), um bar-restaurante, um jardim e um espaço com uma preenchida agenda de workshops e festas.

O Compasso é a casa de uma associação com o mesmo nome, lançada por 5 amigas. “O que nos liga é o gosto pelas artes”, conta Virginie, dentista.

Na próxima semana (30 de Maio a 3 de Junho), o Compasso oferece a primeira aula em vários cursos (yoga, pilates, salsa, forró e dança africana) – os workshops vão fazer parte da vida normal do espaço.

Sair à tarde

A loja, visível da Rua da Torrinha, é a cara do Compasso, mas arriscaríamos dizer que o melhor está na outra ponta do terreno, no jardim onde, quase todos os sábados à tarde, há jam sessions (qualquer um pode trazer o seu instrumento), seguidos de cachupa (normal ou vegetariana, ambas a 3 euros).

Virginie explica: “Queremos mudar o conceito de sair ao fim-de-semana. Começamos às 5 da tarde, as pessoas jantam aqui, podem trazer as crianças e deitam-se cedo. À meia-noite, tem-se a sensação que se passou a noite toda aqui”.

  1. Tânia Santos says:

    Eu já visitei este espaço e realmente é o que o Porto estava a precisar… É um conceito completamente diferente e na minha opinião é disto que hoje nós precisamos… Sitios diferentes com ideias inovadoras!!!…
    Parabéns a todas!…

  2. Visitei o espaço e respira música, arte, empatia e familiaridade em todos os cantos. Os Sábados à tarde são magníficos. E a organização é fantástica. Irei regressar de certeza!
    Só falta apanhar um dia em que se possa desfrutar do arejado jardim.
    Parabéns!