27 Jun 2012, 11:29

Texto de Redação, com Lusa

Praça

Eles dão-nos música na Serra do Pilar

Os Concertos de Verão arrancam esta sexta-feira com Luís Represas & João Gil. Sábado, actuam Echo & The Bunnymen e, no próximo fim-de-semana, há Rui Veloso e Manfred Mann.

 

Luís Represas e João Gil

“Eles” são, para começar, Luís Represas & João Gil. Actuam esta sexta-feira, em Gaia, no arranque dos Concertos de Verão – Serra do Pilar, seguindo-se Echo & The Bunnymen no sábado e Rui Veloso e Manfred Mann no fim-de-semana seguinte.

O ciclo de concertos abre com a actuação dos fundadores, nos anos 70, da banda Trovante, que marcou a história da música portuguesa com canções como “Perdidamente” ou “125 azul”, e que se juntaram novamente a propósito dos 35 anos de carreira, para gravarem um disco epónimo.

No sábado, é a vez dos Echo & the Bunnymen pisarem o palco dos Concertos de Verão, resultantes da fusão de 2 marcas do Pelouro da Cultura de Gaia, “Rock às Sextas” e “Reviver os 70s”, que pela voz de Ian McCulloch animarão a noite, nomeadamente com os êxitos “Seven Seas” e “Killing the moon”.

A banda, que surgiu em Liverpool em 1978 e conquistou o sucesso durante os anos 1980, com álbuns como “Heaven up here”, “Porcupine” ou “Ocean rain”, actuou pela primeira vez em Portugal em 1982, em Vilar de Mouros e, em 2009, lançou o álbum “The Fountain”, mantendo ainda o vocalista original, assim como o guitarrista Will Sergeant.

A música regressa no fim-de-semana de 6 e 7 de Julho, com Rui Veloso na sexta-feira, sendo o ciclo de concertos fechado no sábado com a actuação dos londrinos Manfred Mann, cujo pico de sucesso se deu nos anos 1960 e que se materializou, com um repertório musical que vai do jazz aos blues, em temas como “Do wha diddy diddy”, “If you gotta go, go now” ou “Just like a woman”.

Apesar de o teclista que deu o nome original à banda já não fazer parte da actual formação, os Manfred Mann contam ainda com muitos elementos dos anos 1960.

Os bilhetes para cada concerto, com início às 22h, custam 7,5 euros, sendo que o preço desce para os 5 euros para aqueles que possuírem o Passaporte Cultural de Gaia, o qual pode ser adquirido sem qualquer custo e em qualquer altura, designadamente aquando a aquisição do bilhete.