23 Ago 2011, 17:21

Texto de Redação, com Lusa

Comes & Bebes

Na DreamPills, aviam-se doces para curar maleitas

A inspiração é clara e chama-se Happy Pills, a loja de doces que se tornou um caso de estudo de marketing. A loja de Barcelona inspirou uma no Porto.

DreamPills

A inspiração veio de Barcelona. Foto: Catarina Gomes Sinde

A inspiração é clara e chama-se Happy Pills, a loja de doces que se tornou um caso de estudo de marketing. A loja de Barcelona inspirou uma no Porto. Tem como nome DreamPills e abriu no final de Julho na Rua de Ceuta, no centro do Porto.

“E tu? Já tomaste a tua dose hoje?”. A pergunta ostenta-se provocatória em letras azuis no balcão da loja da Rua de Ceuta, mas a receita a seguir não é de amargos medicamentos, mas de gomas e chocolates.

A DreamPills vai buscar ao universo farmacêutico alguns dos seus traços, mas, como diz Duarte Machado, um dos colaboradores da loja, devidamente ataviado com a sua bata branca, “vende tudo o que as farmácias não vendem” e é a “loja favorita dos dentistas”.

Todo o conceito, que os donos prevêem multiplicar por novas lojas, aponta para o universo das farmácias.

As coloridas gomas, as drageias, chicletes e chocolates estão divididas em prateleiras de onde cada um pode retirar a quantidade que quiser até encher os frascos transparentes a lembrar os que serviam para armazenar comprimidos. Estão devidamente graduados por preço e tamanho e no fim pode escolher uma das 100 frases impressas em autocolantes.

“Para mudares de clube sem complexos”, “suplemento para aguentares o teu chefe”, “indicado para os que comem a sopa toda” ou “alimento para os neurónios” são algumas das dedicatórias.

Também há conjuntos preparados para ocasiões especiais, em que o frasco vem acompanhado de um teste de gravidez ou de alcoolemia, de uma chupeta ou mesmo de uma carteira vazia, parte do designado “FMI survival kit.

Ainda há pessoas que entram a medo, “perguntando se esta é uma loja de smart drugs“, mas com a loja aberta às quintas-feiras, sextas-feiras e sábados, até às 1h, para aproveitar o movimento dos bares, não têm faltado clientes.

  1. Daniel Marques says:

    “Inspiração” é um belo de um eufemismo.

    Os próprios donos da Happy Pills já estão a considerar processar estes mafiosos.

  2. Nome says:

    mafiosos mas porquê estão ilegais? a happy pills tem patente (da ideia) internacional ou até mesmo nacional? gostava de saber onde é que o daniel ouve cantar o galo, pois nem ele mesmo deve saber…