16 Mar 2011, 17:57

Texto de Pedro Rios

Coisas

Arrumar as botas com estilo

,

Com a Primavera à porta, é altura de começar a arrumar as botas. A Praça deixa-lhe uma dica: invista numas sapatilhas Victoria, uma discreta (e barata) alternativa às omnipresentes All-Stars.

Sapatilhas LemonpieCom a Primavera à porta (tentem esquecer as nuvens e a chuva e concentrem-se no futuro), é altura de começar a arrumar as botas. A Praça deixa-lhe uma dica: invista numas sapatilhas Victoria, uma discreta (e barata) alternativa às omnipresentes All-Stars.

Estas sapatilhas de lona, muito leves, são mais conhecidas em Espanha, mas começam a aparecer também em Portugal. A marca foi criada em 1915, na pequena província de La Rioja, por um senhor chamado Gregorio que quis dar o nome da mulher a uns sapatos.

No Porto, as Victoria podem ser compradas na loja LemonPie, na Rua das Oliveiras, em duas versões: as tradicionais (24,90 €) e personalizadas (59,90 €) por Oker, graffiter portuense.

“Damos a oportunidade às pessoas de terem uns ténis originais com uma pintura de algo que gostem”, diz Oker, aliás Mário Fonseca, 25 anos.

“Tanto o meu companheiro Mr. Dheo como muitos outros fazem este tipo de trabalhos”, afirma. “Com a cultura visual e a experiência que temos, conseguimos adaptar as nossas raízes ao mundo comercial”.

Os interessados têm duas opções. Ou entregam os seus desenhos para que Oker os transponha para as Victoria (não se preocupem, vão resistir às lavagens) ou confiam no graffiter, que faz “criações esquisitas com uma mistura de traços e pormenores fora do normal”. Oker usa as palavras “vírus”, “doença”, “parvo”, “cómico” e “obsceno” para definir as suas personagens. A escolha é vossa.