Image de A gelataria La Copa faz “nuvens de sabor” à italiana

A nova gelataria conta com a experiência e saber de Manuela e Sousa. Fotos: Ana Luísa Gomes

Imagem de A gelataria La Copa faz “nuvens de sabor” à italiana
Imagem de A gelataria La Copa faz “nuvens de sabor” à italiana

5 Jul 2014, 12:01

Texto de Isabel de Freitas

Comes & Bebes

A gelataria La Copa faz “nuvens de sabor” à italiana

A La Copa é a mais recente gelataria artesanal do Porto. Inspirada nos sabores e gelados italianos, fica na Avenida Rodrigues de Freitas, 366, abriu há 15 dias e é um projecto de Maria Emília Ferreira, de 48 anos.

Maria Emília Ferreira sempre teve o sonho de estar ligada à restauração e nos últimos tempos pensava em abrir um espaço de gelados. “Achava que havia muitas poucas gelatarias na cidade do Porto e que não havia gelados de qualidade”, explicou à Praça.

Depois de o proprietário da Sincelo, verdadeira instituição dos gelados na cidade falecer, Maria Emília achou que os funcionários da gelataria da Rua de Ceuta – agora seus funcionários – eram os ‘parceiros’ ideais para concretizar o seu sonho e foi então buscar a dona Manuela e o senhor Sousa.

A empresária viajou então até Itália onde esteve numa feira de gelados italiana e fez formação na confecção de gelados à italiana, coisa que, diz Maria Emília, faltava na Invicta. “São nuvens de sabor e até a forma de os expor na vitrina é fantástica”, sublinha.

Na La Copa há gelados de vários sabores, sempre de acordo com a época e o que a estação do ano dá. “Aproveitamos sempre a fruta da época para os gelados – gelado de melão, mirtilo”, afirmou Maria, sublinhado que “o de morango vai ser um clássico” porque estará à venda todo o ano.

As tradicionais bolas de gelados em cones têm, segundo a proprietária , “um preço acessível para que toda a gente possa experimentar uma bola em cone de bolacha”. “Feito por nós”, sublinha. Uma bola custa então 1,5 euros.

Na sua gelataria também “há cocktails, bebidas quentes e pratos de gelados”. Os cocktails são 2: o “Amore mio” – com champanhe com gelado de laranja –, que custa 2,5 euros, e o “Porto” – com vinho do Porto com gelado de noz –, a 7,1 euros.

As bebidas quentes variam entre 1,6 a 5,8 euros. As panquecas têm um custo de 4,5. E os gelados mais elaborados – em panquecas, crepes ou taças – vão desde os 4 até aos 8 euros.

Com 2 semanas de portas abertas, a La Copa já sente o cheirinho do sucesso. “Temos recebido só elogios e a maioria [dos clientes] volta à loja para experimentar outros sabores”, contou à Praça Maria Emília.

Com uma decoração simples e acolhedora, a La Copa tem 2 espaços, um interior e outro exterior, um jardim muito acolhedor, decorado com flores e 2 bicicletas antigas. E abre de terça-feira à domingo, das 12h às 24h.