24 Set 2013, 12:27

Texto de Mariana Correia Pinto

Comes & Bebes

A Badalhoca permitiu e a Taxca abriu

,

O mesmo pão, o mesmo presunto e o mesmo espírito. A Taxca, na Rua da Picaria, fez uma parceria com a Badalhoca e agora comer sandes de presunto na baixa é outra coisa.

Taxca

Tiago Sequeira (à direita), fiel cliente da Badalhoca original, abriu o Taxca no início do mês. Fotos: Isabel Cortez

O mesmo pão, o mesmo presunto e o mesmo espírito. A Taxca não é a Badalhoca mas qualquer semelhança com a famosa taberna do Porto não é pura coincidência. Quem passa na Rua da Picaria já o sabia há alguns meses, com o anúncio na porta a aguçar curiosidades: “O povo pediu… a Badalhoca aderiu.”

Tiago Sequeira, o proprietário da Taxca, di-lo com orgulho e sempre com uma nota de agradecimento à família Zuzarte: “A nossa sande de presunto é a sande de presunto deles.”

A ideia andava na cabeça deste portuense de 29 anos, fiel cliente da Badalhoca original, em Ramalde, desde que foi viver para a baixa do Porto. E foi daí — e porque “fazia falta um sítio como este” — que no dia 7 de Setembro, no número 26 da Rua da Picaria, no coração da Baixa, a Taxca abriu portas, numa parceria com a Badalhoca, que fornece os produtos ao espaço.

Com presuntos pendurados, como não podia deixar de ser, mas sem símbolos da Boavista, como tem de ser na Badalhoca, onde a dona, Maria de Lurdes, não aceita outra ideia que não a de que o Boavista é o melhor clube do mundo.

Conceito: “Tasca típica”

O conceito deste novo espaço é simples de definir: “É tasca mesmo, tasca típica”. Isto significa bebidas servidas em canecas – todas, incluindo água –, vinho tinto e espadal servido à pressão (como na “casa madrinha”), petiscos e sandes. De presunto, como não podia deixar de ser, mas não só.

Quem preferir cortar nas calorias pode também deixar o pão de lado e pedir em prato, porque tudo o que há em sande pode ser servido no prato. Aberto de segunda a sábado (das 12h às 22h30 às segundas e terças e das 12h às 2h de quarta a sábado), a Taxca é um belo espaço para quem gosta de petiscar, beber bem e dar 2 dedos de conversa num espaço amplo e agradável.

E, para terminar em beleza, quando se pede a conta não se perde o ânimo: as sandes e pratos andam todos à volta dos 2 euros e as bebidas ficam a um euro.