11 Nov 2011, 19:46

Texto de

Opinião

Porto de oportunidades

, ,

É necessária uma entidade capaz de criar uma estratégia que dê continuidade a projectos como o Manobras no Porto. Não se pode continuar na base de espasmos, de coisas episódicas, de projectos intermitente

Manobras no Porto

Manobras no Porto provou que há massa crítica para "fazer acontecer". Foto: Arquivo

Há um ditado que diz: “devagar se vai longe!”. Vítor Arruda, um amigo brasileiro, alterou-o: “devagar você chega atrasado”. Esta última versão, mais contemporânea, serve melhor o momento actual.

E continua, dizendo: parece que cada um de vocês, portugueses, julga que vai viver 200 anos!

Relembro este provérbio, na versão do Vítor Arruda, para pensar um pouco o Porto e as inúmeras oportunidades que ele encerra.

Quero aproveitar para relembrar o recente projecto/festival Manobras no Porto, em que dezenas de agentes da cidade se envolveram na cidade e com a população do centro histórico, especificamente com as freguesias da São-Nicolau, Sé, Vitória e Miragaia, provando que é possível activar a população para se envolver em projectos artísticos sociais e de cidadania para reestruturar o velho centro histórico, e também provou que ainda há massa crítica para “fazer acontecer”.

É necessário que haja uma entidade capaz de criar uma estratégia a longo prazo que dê continuidade a este projectos com iniciativas claras e práticas, apostando totalmente num Porto Criativo.

Não se pode continuar na base de espasmos, de coisas episódicas, de projectos intermitentes. Temos de encontrar uma linha norteadora – a sustentabilidade com inclusão social. Aproveitando o momento de grande crescimento da cidade no que respeita ao turismo e aos grandes investimentos que neste momento se estão a fazer no Porto para acolher os novos visitantes.

Estas grandes empresas e corporações que estão a tomar a cidade de assalto têm de ter a responsabilidade de participar na vida social e nas actividades criativas da cidade.

Não podemos esperar muito mais. “Devagar chegamos atrasados” e de atrasos já estamos todos fartos.

Opinião

No Porto24, contamos as histórias que fazem o dia-a-dia do Grande Porto. A nossa missão é ser também um espaço de reflexão e debate. A Opinião é uma plataforma animada por um conjunto de intervenientes e observadores atentos da cidade, que escrevem com regularidade.