Image de Miró

4 Fev 2014, 23:45

Texto de

Opinião

Miró

,

CEM PALAVRAS #003. Trinta, sessenta ou oitenta milhões que se fizessem no leilão dos quadros de Miró, que nos adiantariam?

O País está a pagar os erros do passado, mas está também – é essa a nossa obrigação – a construir o Portugal do futuro. Melhor. E nem tudo pode ser trocado a patacos. Nem os cientistas podem receber bolsas apenas e só se forem úteis às empresas, nem a arte é coisa para despacharmos porque dá dinheiro.  Trinta, sessenta ou oitenta milhões que se fizessem no leilão dos quadros de Miró, que nos adiantariam?

Dito de outra maneira: nem toda a arte (ou ciência) tem de ser “comestível” nem os governantes têm de ser uns burgessos ao serviço do mercantilismo económico.

Opinião

No Porto24, contamos as histórias que fazem o dia-a-dia do Grande Porto. A nossa missão é ser também um espaço de reflexão e debate. A Opinião é uma plataforma animada por um conjunto de intervenientes e observadores atentos da cidade, que escrevem com regularidade.